Postagens populares

domingo, 10 de abril de 2011

TRAGÉDIA EM ESCOLA DO RIO

Dez meninas e um menino assassinados em escola do Rio, informa secretário de Saúde
Sérgio Côrtes confirma que 11 alunos da escola Tasso da Silveira, em Realengo
Leo Pinheiro e Rafael Lemos, do Rio de Janeiro
O secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, confirmou, à porta do Hospital Albert Schweitzer, a morte de dez meninas e de um menino. Todos alunos da escola Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, invadida por um atirador. Outras 28 pessoas estão em tratamento.
Seis crianças estão em estado grave. Ao todo, 12 meninos e seis meninas foram feridos pelos tiros.
O assassino foi identificado como Wellington Menezes de Oliveira, de 24 anos. Ele seria um ex-aluno do colégio. A carteira de identificação teria facilitado o acesso do criminoso à escola, onde estudam cerca de 400 crianças.
O subprefeito da zona oeste, Edmar Teixeira, informou, pouco depois de deixar a escola, que o assassino contou na carta que havia acabado de saber que era portador do vírus HIV. Teixeira conta ainda que na carta o criminoso afirmava ser simpatizante de fundamentalistas religiosos – sem dar mais detalhes.
Testemunhas contaram que Wellington chegou à escola afirmando que daria uma palestra aos alunos. Ele se dirigiu a uma sala de aula da 8ª série, repleta e alunos com idade entre 12 e 14 anos, e, sem dizer nada, começou a atirar.
Com o assassino foram encontrados dois revólveres e munição. Ele tinha ainda um carregador capaz de municiar as armas com rapidez – um equipamento que exige treinamento para ser utilizado. As informações no local são de que foram disparados mais de 100 tiros.

Nenhum comentário: